sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Diário Académico #3


Sou sempre a que sofre com os penteados não entendo.. Devem gostar do meu cabelo por ser comprido e encaracolado ou então não sei. Já me fizerem um puxo e sabem o que saiu do puxo? Uma suposta antena de carro enorme! De modo a que eu conseguisse apanhar todas a estações de rádio (de preferência a rádio festival, mas eu acabei por dizer uma vez "nova era" assim de uma forma sensual e ainda não sei bem o porquê) e novidade das novidades também apanhar serviços de televisão como a Zon e Meo! Tive que dizer "Aplovado" não sei quantas vezes e falar com aquele sotaque inglês para um doutor. 
Ontem decidiram que eu devia ser uma rapariga das Arábias que foi raptada pelo tráfico de pessoas e foi parar à minha faculdade. Eu tinha o meu lenço preto a volta da cabeça e apertado num grande totó atrás - foi um doutor que o fez, viu-se logo porque demorou imenso tempo a fazê-lo. 
Ah tive também que dançar o créu e o rebolation em cima de uma vassoura (foi tão mau....................)
Antes que me esqueça, reparem bem nesta personagem: Ontem entrou um rapaz para a praxe e é preto e os doutores passam a vida a dizer para ninguém lhes tocar nas capas do traje, a que eles designam de preto. Ontem um doutor ia cumprimentar esse novo caloiro e o caloiro diz assim muito rápido "hey doutor não toca no preto!" Uma pérola como vocês estão a ver... 
Ma sim estou a adorar e sou uma coloirinha toda orgulhosa e babada pela minha faculdade.

Quando a blogosfera me enche o coração

E porque existem comentários que me dão tanta força... Comentário esse que merece agradecimento público, obrigada Daniela pela força e por me fazeres sorrir no fim da leitura das tuas palavras! São momentos como este que no fim contam para uma pessoa continuar presente neste grande mundo do blogger, desconhecidos que se tornam seguidores e que estão sempre aqui para nos lerem e darem apoio quando uma pessoa precisa e também para nos fazer rir com algumas publicações. 
Mais uma vez obrigada!

"Odeio quando o nosso equilíbrio está todo uma porcaria. Sorris quando pensas que estás bem, que agora vai melhorar, que és forte e vais seguir em frente... e passados minutos cais, choras, rebolas no chão, achas que o mundo acabou. Sentes uma depressão, que não conheces quem tu és - que tu não és assim, que se passa contigo? Que não te reconheces, que te sentes arrependida do que fazes logo no minuto seguinte a um ataque de raiva / ciúme. Mas que vai melhorar. E andas assim numa corda bamba. Mas sabes? Tens de ter força. Muita força. Porque tu tens tudo o que é necessário para vencer no mundo. És tu e vais ter uma vida maravilhosa mal isto passa. Lembra que o arco-íris vem sempre depois da tempestade, e não antes."

O blogue da Daniela é o ONE and ONE MILLION (http://oneandonemillion.blogspot.pt/) e visitem porque vão gostar. Eu podia estar aqui a dizer do que se trata, mas só lendo é que vocês vão perceber o porquê deste blogue ser especial e se tornar um "vicio de leitura"!

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Diário Académico #2

(Do dia dia 17-09-2013)

1 - Oh maravilha não tive a primeira aula, parece que a professora vai ter que andar a faltar por motivos pessoais... A gente agradece, mas também não sei como vamos acompanhar a matéria sinceramente..
2 - Fiz 6 amigos! Parece que vamos ser o grupo de faculdade até ao fim este ano.
3 - Estávamos no bar quando aparece um doutor e diz "caloirinhos? Venham atrás de mim já!" E lá fomos nós ser praxados.. Nem nos dão descanso, está uma pessoa a descansar e lá aparece um bando de capas negras com um ar maléfico.
4 - Tivemos que repetir a saudação 1665487348844883 vezes........ Até que uma colega minha ao saudar um veterano diz: "Ave veterinário"! Ai foi a risota total e a rapariga dava-lhe tanto no veterinário que não conseguia dizer veterano em latim. Lá nos rimos muito.
5 - Aprendemos a música do mastro (acho que nunca disse tanta asneira junta em apenas 3 frases e logo eu que não digo asneiras!) é divertida e eu fui a sereia que vai a rezar na proa, que categoria hã? Quem é que me destacou para este posto? O doutor todo giro....
6 - Corri tanto quando o veterano disse "o último a chegar enche 20!" Ai caraças corri como se a minha vida estivesse do outro lado, cheguei tão cansada como se fosse o Bolt a correr nos jogos olímpicos.. Acreditem!
7 - Nós os caloiros tivemos que estar deitados em fila com uma garrafa de água na barriga e tivemos que passar para a pessoa do lado sem tocar com as mãos braços e isso. Adivinhem a ordem... Rapaz/Rapariga; Rapaz/Rapariga. Os doutores sabem é muito e os rapazes ficaram alegres claro.
8 - Apanhei uma conversa muito engraçada que foi mais ou menos assim:
Caloiro 1: "Eish tantos doutores...!"
Caloiro 2: "Mesmo! Mas deixa lá que nós somos mais do que eles mano!"
WTF?! Estes querem organizar um motim contra os doutores... 
9 - Na minha última aula havia um doutor que saiu mais cedo do que nós para nos fazer uma esperinha à entrada da sala... Ai o moço...
10 - Depois da última aula eu e o grupinho fomos pelos corredores internos da faculdade que ninguém usa porque se anda muito para evitar os capas negras, tarefa bem sucedida!

Bem vou dormir que hoje já não aguento mais das pernas... 

Diário Académico #1

(Do dia 16-09-2013)


Primeiro dia de praxe (sim porque afinal aulas aulas só mesmo amanhã).
1 - Eu não tenho mãos, tenho cascos;
2 - Eu não digo  sim nem não, eu digo ió e ói;
3 - Nada de saias, calções, saltos altos e decotes. O doutor diz que não quer ver as nossas mamas a não ser que no fim a gente lhe vá pedir o número e depois combina-se um dia;
4 - Também não planeava levar nada disso para a praxe;
5 - Existe um doutor que se fixa em mim e não desvia os olhos, é muito creepy..... ;
6 - Tive que fazer a saudação em latim ai minha nossa que confusão! So consigo dizer bem a primeira palavra (Ave) e a ultima (saluto). O doutor diz que é uma vergonha;
7 - Já me magoei (como é obvio) a fazer o moche 69 do caloiro;
8 - Os doutores são todos uns fofos e elas são todas umas bruxas;
9 - Oh não posso esperar por amanha;
Vou dormir que estou mesmo cansada!

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Pois é gente


E na segunda vai entrar uma novo tema aqui no estaminé e tchan tchan..... "Diário Académico". Isto porque segunda começam as aulinhas pela primeira vez na faculdade e não podia estar mais ansiosa. Decidi criar porque assim vou ter guardado tudo por escrito estes longos cinco anos que se aproximam, tanto as coisas boas como as más.

sábado, 17 de agosto de 2013

Oh que vergonha


Ontem à noite estava a sair do parque de estacionamento do shopping e estava parada no trânsito, uma rapaz começa a acenar, mas como estava escuro e não dava para perceber muito bem se era conhecido ou não eu acenei também (não fosse ser um colega qualquer que depois ia começar a dizer "tu nem cumprimentas as pessoas e blá blá blá"). O rapaz continuou a fazer o mesmo e eu retribui. Ao fim de três vezes ele vem ter comigo e diz "eu não te estava a dizer olá, eu estava a tentar dizer para ligares as luzes do carro".
Épah está aqui uma rapariga a pensar que é uma sex bomb e que até fica bem ao volante e esta gente estraga tudo, mas é que estraga tudo mesmo.
Oh meu deus, que vergonha. Vocês deviam ter visto a minha cara........ Épico. 

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Pontos altos do dia


Andar uma hora à procura de estacionamento na marginal da praia e acabar por ir lanchar mesmo longe; Pedir um Compal e uma tosta-mista e a tosta-mista só aparecer à frente ao vim de meia hora porque a aconteceu qualquer coisa e a cozinheira foi embora deixando as tostas-mistas por fazer; No momento do pagamento foi qualquer coisa:
Funcionária - "Então o que é que foi?"
Eu - "Uma tosta-mista e um Compal"
Funcionária - "Ah uma tosta de fiambre"
Eu - "Uma tosta-mista"
Funcionária - "Uma tosta de fiambre"
Eu - "Com queijo!"
E mesmo assim foi chamar a outra funcionária para comprovar o pedido porque ela nem a mesa percebia onde eu estava; Falar sobre uma mulher que nasceu sem vagina e submeteu-se a uma cirurgia chamada neovagina; Apreciar o sol na esplanada; Estar meia hora no trânsito de volta a casa e perceber que tinha que voltar para trás por causa da escola de surf; Estacionar o carro à boss porque estava com pressa; Ir na minha vidinha atrás dos outros carrinhos e parar uma mota ao meu lado que fica a olhar fixamente para dentro do carro (a minha cara de medo assustou o moço, não era para menos.. Que susto que apanhei!); Ao jantar voltar a falar da neovagina e a minha prima perceber mais uma vez néonvagina e começarmos a imaginar o canal vaginal com luzes como tem o aeroporto e à medida que entra as luzes vão acendendo (mas que raio de conversa fomos ter) e eu rir-me durante cinco minutos sem parar imaginando a situação; Dar grande cabeçada numa prateleira. Bem para já foi isto. 

sábado, 10 de agosto de 2013

Surf


E porque amanhã de manhã ia surfar e já não vai dar e vai ter que adiado. Ai estou tão zangada!
Mas pronto a mãe já tratou de preencher a minha manhã com uma ida à Feira Medieval, sempre gostei de lá ir e amanhã não será excepção. 

Oh yeah


"Sometimes all you need is 20 seconds of insane courage. 20 seconds of embarrassing bravery".

MV

Foi a primeira vez que fui a este festival e numa única palavra posso descreve-lo: Brutal!
Fiquei surpreendida com o cartaz, a razão pela qual me levou a comprar o bilhete de acesso aos três dias. 
Primeiro dia: 
  • Bush - Não conhecia, mas passei a adorar! Foi o melhor concerto da noite. O vocalista tinha muita energia em palco e realmente é um sex symbol (para quem tem 47 está muito bem conservado, nem quero imaginar na altura em que a banda foi formada..). A melhor parte foi quando o vocalista decidiu sair a correr do palco e foi para a parte do relvado cantar uma das músicas mais populares deles, aí é que toda a gente saltou, gritou, cantou e percebemos que ia ser um concerto memorável e foi! Eu que achava que o primeiro dia me ia desapontar acabou por me surpreender.

  • Smashing Pumpkins - Ai não gostei nada! Eu estava à espera de bem melhor, mas que desilusão! Que falta de energia em palco, que falta que comunicação com o público é que nem interacção houve.. Foi do género "pronto chegamos, vamos cantar umas musicas que o pessoal mais gosta porque já ganhamos o nosso para depois irmos embora". Ouvir o CD ou ouvir Smashing é mesma coisa, foi o que me deu a entender depois do concerto. 
Segundo dia:
  • James Morrison - Deu para passar o tempo até à chegada do David Guetta, cantou algumas músicas conhecidas e só cantou as animadas! Eu estava a contar com o concerto assim a cair para o deprimente com musicas lamechas e calminhas, mas revelou-se e deu para dançar e o senhor estava todo bem disposto e contente por estar em Portugal e disse 1028272662262662 que estava feliz por ter um público como o nosso e aos anos que estava à espera de tocar num festival desta dimensão. Para descrever a atuacção dele subscrevo as palavras do James "hippie song for hippie people". Pronto, gostei. 

  • David Guetta - Eu como ouço um pouco de tudo (rock, grunge, reggae..) também aprecio House (e quem me dera estar no Tomorrowland) e adorei. Já tinha visto quatro vezes o David mas este foi bem melhor, ele estava com muita energia até começou a dançar em palco ao som das músicas em vez de se limitar a levantar os braços como todos fazem. Cantei bem alto ao som das músicas dele (desde as mais antigas às mais recentes) e dancei tanto.. Então quando ele disse "Are You Fucking Ready?! Raise your fucking hands and jumppppppp" não me controlei e a dança tomou conta de mim. Oh David quero-te ver mais vezes assim. 

Terceiro dia:
  • Rui Veloso - Eu estava convicta que o senhor ia cantar músicas antigas, mas enganei-me e não fui a única! Ninguém conhecia as letras, tirando duas ou três.. Mas deu para entreter antes de entrar a banda principal. 
  • 30 Seconds To Mars - OH ADOREI! Ao tempo que já andava para ir ver uma das minhas bandas preferidas ao vivo e finalmente isso concretizou-se. Este era o último concerto da tour europeia deste ano deles e por isso foi mesmo em grande, havia balões enormes no ar, jatos de água, insufláveis, acrobacias para nos entreter na mudança de música, mas o principal foi a banda em si estar cheia de energia e com vontade actuar. O Jared passou o concerto todo a expressar um carinho enorme por Portugal e no início disse "Sabem porque  é que este vai ser um concerto mágico? Porque esta cidade é a mais mágica que eu já vi". O concerto estava a passar em directo nos Estados Unidos! O Jared decidiu fazer um directo e fazia-nos gritar e depois dizia "América estes são os portugueses e eu estou a adorar!". Pronto eu ainda tinha muita coisa para falar sobre os 30 mas estou com sono e um dia mais tarde quando as saudades deste concerto baterem cá dentro talvez retorne a "reportagem". 

video

(Fotografias e vídeos da minha autoria por favor não utilizem)

Publicação que estava em rascunho

Boa Blogger -.-


Finalmente já vai dar para publicar, tudo o que eu escrevia ficava em rascunho! -.-
Portanto vai haver publicações atrasadas que já não têm nada haver com o dia de hoje, essas vão estar identificadas como "publicação que estava em rascunho". 

domingo, 14 de julho de 2013

Há estranhos simpáticos


Num sábado à tarde e eu e a mãe decidimos ir lanchar a uma confeitaria na praia, que já agora servem os melhores sumos naturais do mundo e arredores! Sento-me e vem o filho do dono servir-me e ele manda um sorriso enorme enquanto pergunta o que quero.
Mãe: "De todas as raparigas que estão aqui, tu és a única em que ele não tira os olhos de cima"
Oh não me acreditei, claro.. Com tanta rapariga gira, em biquini a passear pela montra, jeitosas ia mesmo olhar para mim que estava do mais simples, com o cabelo ao natural, sem maquilhagem, de calções de ganga, vans e um top branco. 
No fim fui pagar e ele ao dar-me o troco atrapalhou-se e deixou cair as moedas, pediu desculpa e eu ri-me de uma forma simpática.
Enquanto vinha embora, ele foi para a porta do estabelecimento e olhar dele perseguiu-me até eu entrar no carro, e no fim sorriu. 

E enquanto se vê a SIC notícias

                            
             (Foto da minha autoria)

Ahahaha

sábado, 13 de julho de 2013

Engates em pleno trânsito


É verdade, tem acontecido e proporciona-me umas boas gargalhadas quando estou sozinha a conduzir. 
Algumas das situações:
  • Um rapazinho pára no meio da rotunda para eu entrar e no fim sorri e levanta a mão em forma de cumprimento;
  • Estava parada num cruzamento porque tinha STOP e passa um rapaz que apita e me diz olá;
  • Estava parada num semáforo e estava um carro parado à minha frente, ele olha pelo retrovisor e levanta os óculos de sol, eu ri-me. Depois ele abre o vidro, olha para trás, levanta-me a mão e diz olá e eu faço o mesmo e começamos e dois rir descontroladamente. Fica verde e ele não anda porque estávamos os dois a rir e os carros atrás começam a apitar. Diz-me adeus com um sorriso no fim e lá seguimos cada um o seu caminho e sim este era giro. 

sexta-feira, 12 de julho de 2013

E se eu disser que tenho o meu melhor amigo de volta?


É verdade! Decidiu mandar-me uma mensagem a dizer que queria falar comigo. Querem saber o que desencadeou esta reacção? (sim porque já passou quase dois anos) Na semana passada eu decidi ir ao café de um amigo meu lanchar e quando estou a estacionar o carro olho para o lado direito e lá estava ele a olhar muito fixamente para dentro do carro. Saí do carro, cumprimentei o P. e ignorei-o completamente, fiz de conta que ele nem existia... Mereceu depois de tudo o que fez, de todas as asneiras que cometeu. E pronto a conversa foi mais ou menos assim:

Eu: "O que é tu queres R.?"
Melhor amigo: "Tu tens noção da tristeza que eu senti quando te vi a entrar pelo café e nem te cumprimentar podia?"
Eu: "E tu tens noção do que me custou ignorar-te completamente quando antes éramos mesmo unidos? Não me venhas com tretas e por favor se fazes intenção de depois desta conversa abandonares a nossa amizade outra vez, levanta-te e vai-te embora!"
Melhor amigo: "Oh eu tenho tantas saudades da minha melhor amiga, eu quando ouvi o teu riso fiquei tão feliz, eu fiz asneira.. Eu lembro-me de quando estávamos na tua varanda eu te dizer que quando voltasse para a D. eu nunca te ia abandonar, e muito menos destruir a nossa amizade. Mas foi o que eu fiz, e fiz tudo ao contrário e desculpa ter demorado quase dois anos a reunir coragem para te dizer isto, mas eu não aguento mais estar assim e quando te vi passado tanto tempo foi como um choque. Mas acredita eu perguntei sempre por ti ao M. e ao P."
Eu: "Tu tens noção da falta que tu me fizeste e continuas a fazer? Não tens mesmo! E não, não é só nos maus momentos, mas sim nos bons! Tanta coisa boa que eu queria ter partilhado contigo que tem acontecido, eu ter tirado a carta, eu entrar na faculdade, o meu aniversário...  Desde que tu decidiste afastar-te de mim nunca mais entraram cereais aqui em casa, e quem é que toma conta de mim sempre que me dói o estômago e a minha mãe está a fazer noite na clinica? Quem é que ouve os meus disparates? Quem é que me abraça sempre que algo corre mal? Pois ninguém. E se há pessoa que me desiludiu muito és tu, tu és um otário, um palhaço autêntico e por mais que eu queira dizer que eu te odeio por tudo o que fizeste, não consigo. A verdade é que eu tenho saudades do meu melhor amigo e o que mais quero é que ele volte e que tudo seja como antes"

(blá, blá, blá a falar ainda sobre tudo e a recordar o passado, que demos por nós a rir)

Melhor amigo: "Anda cá, deixa-me dar-te um abraço.."
Eu: "Não deixo, porque depois eu começo a chorar"
Melhor amigo: "Hey és a minha melhor amiga e sempre foste, depois de tanto tempo afastado de ti o que mais quero é abraçar-te mini milk"

Enquanto me dá o abraço:
Melhor amigo: "Há pessoas que deixam uma marca muito grande na nossa vida, tu és uma delas e acredita que deixas uma marca gigante na vida de cada pessoa que se cruza contigo"
Eu (a chorar já baba e ranho): "Oh eu odeio-te...

Eu + Carrinho + Estar sozinha = Estado normal


O que eu mais gosto de fazer é conduzir sozinha. Adoro ir na minha com o rádio ligado bem alto, a tocar uma das minhas músicas preferidas e ir a cantar em alto e bom som, principalmente se for à noite (assim por voltas das 02h da manhã). Eu danço quando estou parada no semáforo, eu grito quando finalmente chega o refrão, ainda dou uma espreitadela pelo espelho retrovisor para saber quem está a atrás de mim e pronto é isto. 

segunda-feira, 1 de julho de 2013

A aplicação mais mainstream de sempre chegou ao blogger


http://instagram.com/sweet_and_cold
(encontra-se no lado direito do blogue, em baixo do deviantart)

Vá agora se também tiverem, quero seguir os vossos!

Noites quentes


O que eu mais gosto nestas noites quentes é poder adormecer com a janela aberta, adoro ouvir o ruido lá fora quando já são quase três da manhã e sentir a brisa a entrar pelo quarto. São daquelas pequenas coisas que ninguém me pode tirar no verão. 

É verdade


Já estou na faculdade, entrei na pré-candidatura! 

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Oh não...


Como é que se impede a mãe de ler um policial que terminei hoje? A minha mãe ler até pode ler, mas digamos que há duas passagens no livro que são assim a fugir para o (muito) excitante (sublinho que isto é um policial, não é o 50 sombras de Gray!!!!), que é quando a personagem principal se rende à atracção que sente pelo astronauta e bolas não me sinto confortável é isso. 

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Mas o que é que se passa?


Vou com a mãe às comprinhas no continente e ela lembra-se que antes de irmos para casa temos que passar no apoio ao cliente, até aí tudo bem. Chegamos à recepção e estava uma senhora para ser atendida que tira um ticket para nós e diz "aqui têm como vos vi aproximar decidi tirar também um para vocês, já fiz a minha boa acção do dia!" ah coise e tal muito obrigada, afinal ainda há pessoas simpáticas no mundo. Eu reparei que o número que aparecia no ecrã (44) estava bem longe de ser o que nós tínhamos (12) mas não fizemos caso porque por vezes eles esquecem-se de avançar naquelas maquinetas. Aparece um homem que tira o seu ticket e a recepcionista diz "45" e lá vai o senhor todo contente ser atendido. Eu e a minha mãe achamos estranho e dissemos que estávamos primeiro e mostramos o nosso ticket à senhora que estava a atender e ela diz "ah vocês enganaram-se, tiraram o ticket para a padaria/pastelaria!". A senhora que decidiu ser simpática e que nos deu aquilo apressou-se a dizer "peço desculpa, mas eu como não sabia para onde é que vocês iam decidi tirar o da padaria em vez do para o apoio ao cliente". AFFFFFFFFFFFFFFFFF..................! Então não sabia para onde eu e a minha mãe iamos decidiu tirar o da pastelaria? Temos cara de quem gosta de comer muito é isso? Nem se quer pensou que já tínhamos a compras feitas e que por alma de alguém apeteceu-nos aproximar do apoio ao cliente só porque sim... Eu comecei a logo a rir-me que nem uma desgraçada mal a mulher disse aquilo, a minha mãe dava-me toques e a dizer baixinho "atenção, olha a educação" mas a verdade é que mal chegamos ao carro só nos sabíamos rir. 

Depois há aquela situação de hoje que nem eu percebi bem. Acabou o meu treino no ginásio de manhã e como tinha fome decidi ir ao pão quente beber um leite com chocolate e comer um pão de mistura SEM manteiga. Ao principio a funcionária percebeu mal e trouxe-me pão bijou e eu respondi que pedi de mistura e ela lá trouxe o pão correcto. O mais estranho é que o de bijou trouxe sem manteiga tal como eu pedi, o de mistura já veio cheio de manteiga! Eu não alterei o pedido eu apenas disse que se enganou no tipo de pão e não disse para adicionar nada!
Qual foi a diferença? O que é que se passou ali? Uma interferência nos fusíveis internos? Afff.... Mas que dia comprido. 

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Sou tão seca


Mãe - "Está decidido, este ano vamos à Grécia!"
Eu - "Oh mãe acho que nos vamos ver gregas para entender a língua deles"

Mãe faz grande facepalm, levanta-se e vai para a sala. 

terça-feira, 11 de junho de 2013

21:13


"Quando não souberes que caminho deves seguir, descansa por um momento e pede o que queres ver, ouvir e sentir. Vais ver que consegues, se o mundo te ouvir"

Eu até tento ser séria e não ter uma mente poluída, mas...


Ao jantar:
Tia - "Ela levava cerca de 30 pacotes de leite"
Mãe - "Oh é porque gosta muito de leitinho"

Ri-me que nem uma desalmada que até chorei.

 "i need your time when everything's wrong you make it right"

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Boa noite!


In my scarecrow dreams
When they smash my heart into smithereens
Be a bright red rose come bursting the concrete
Be a cartoon heart
Light a fire, a fire a spark
Light a fire, a flame in my heart
We'll run wild
All the highs all the lows, as the room a-spinning goes
We'll run riot, we'll be glowing in the dark

Boa segunda!


domingo, 9 de junho de 2013

Pequenas coisas


Por estes lados gosta-se muito de ler e não, não me sinto mais inteligente nem superior que os outros ao contrário que muita gente pensa... Adoro envolver-me na história, chorar quando a personagem está mal, rir muito à custa de piadas, zangar-me quando não gosto do rumo que está a levar... Aquelas horas no meu cantinho confortável ou numa esplanada com a sol a bater na cara mais o livro, para mim é uma das melhores sensações. É verdade, contento-me com pequenas coisas e estas pequenas coisas fazem-me feliz, muito feliz. 

sábado, 8 de junho de 2013

Sabe tão bem...


E tudo o que tinha para fazer já acabou! Finalmente acabaram-se os exames, o problema agora vai ser ver a nota (como sempre)
Agora é ir ver faculdades e tentar escolher a melhor na área que quero. 

quinta-feira, 23 de maio de 2013

terça-feira, 21 de maio de 2013

Dilema


Eu não, tinha medo do fim. E vocês?

Ai Paris Paris


Que saudades de Paris, tenho saudades de comer ao pequeno almoço aquelas baguetes acabadinhas de sair do forno, de passear perto do rio, de ouvir os pássaros a cantar numa esplanada da rua histórica dos Chans Elysee, de arrebitar os olhinhos sempre que passava pela montra da Louis Vuitton, de estar sentada nos jardins junto à Torre Eiffel a lanchar um pão doce, de percorrer km para beber um café português, de ouvir uma língua diferente da minha, de comer comida árabe, de sentir o sol a bater na cara quando estava a contemplar a vista da varanda, das correrias do metro, de ver o anoitecer das escadas do Trocadero até as luzes da Torre começarem a aparecer... Ai mas que grandes saudades.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Past vs Future


A verdade é que o meu por vezes aparece assim de mansinho e depois condiciona todos os passos que vou dar e é graças a ele existe momentos em que não consigo seguir em frente. Mas também é graças a ele que não volto a cometer os mesmos erros. 

True


Acho que nem é preciso dizer mais nada, é uma grande verdade. 

domingo, 19 de maio de 2013

A Disney demonstra


As raparigas entendem não é? A verdade é ando poucas vezes de salto alto, mas sou louca por sapatos! Por mim tinha de várias cores, formatos, baixos, altos... Não interessa! O que interessa é são sapatos e isso chega. 

AHAHAHAHA